O FEMINICÍDIO E A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

FEMINICÍDIO

ENTENDA O SIGNIFICADO DE FEMINICÍDIO.

É crucial para os profissionais que atuam com a família, estar atento à violência praticada contra a mulher. Citamos hoje o FEMINICÍDIO.

A violência intrafamiliar tem referenciais em Leis, inclusive na Lei Maria da Penha.

A discussão relativa à violência intrafamiliar deve ser diferenciada de outros tipos de violência, por exemplo a violência urbana que refere-se à assaltos, disputas de facções, etc.

A violência contra a mulher, por outro lado,  envolvem outras discussões, a exemplo da questão de gênero, machismo, contexto histórico, etc.

Devemos ter em mente que o FEMINICÍDIO está ligado à perseguição e morte intencional de pessoas do sexo feminino, sendo considerado crime hediondo pela LEI do FEMINICÍDIO (Nº 13.104 DE MARÇO DE 2015).

TIPOS DE FEMINICÍDIO:

1º – FEMINICÍDIO ÍNTIMO: há uma relação de afeto ou de parentesco entre vítima e agressor;

2º – FEMINICÍDIO NÃO ÍNTIMO: não há uma relação de afeto ou parentesco entre vítima e agressor, porém o crime é caracterizado por haver violência sexual;

3º – FEMINICÍDIO POR CONEXÃO: se dá quando uma mulher, na tentativa de intervir, é morta por um homem que tencionava assassinar outra mulher.

4º – FEMINICÍO POR PROSTITUIÇÃO: se dá pelo assassinato de uma mulher que exerce a prostituição por um ou por vários homens. É motivado muitas vezes por um sentimento de misoginia, isto é repulsa,  ódio ou aversão às mulheres .

Não esqueçam que esse assunto permeia. a prática dos profissionais ligados às questões familiares.

Lembre-se que a LEI MARIA DA PENHA é instrumental fundamental para clarear o assunto.

Lei Maria da Penha
Lei Maria da Penha

Sintonizando-nos, você com certeza vai saber mais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!